A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
   
Home / Bit / O que são Criptomoedas ?

O que são Criptomoedas ?

Criptomoedas o que são? São legais? Lucratividade? Entenda como funcionam e suas vantagens e desvantagens.


O que é Criptomoeda?

Criptomoeda é a moeda virtual que utiliza criptografia para mantê-lo protegido. Semelhante à moeda impressa que possui números de série ou listras ocultas em seu interior para evitar falsificações, a criptomoeda emprega códigos que são muito difíceis de quebrar.


Para quê ela serve?

Como qualquer outro tipo de dinheiro, a criptomoeda é usada para intercambiar bens e serviços.

Criptomoeda ainda é utilizada para transferir dinheiro pela Internet sem obrigação de pagar as tarifas que cobram as instituições financeiras e bancárias, como os impostos e anuidades de cartões de créditos, por sua vez a tendência é sempre a economia na hora da compra.


Como conseguir criptomoedas?

Você pode comprar Bitcoins no novo mercado brasileiro do Criptomoedas. Você também pode minar sua própria, mas é arriscado.


Por qual razão usar criptomoeda?

Uma vez comprado, é muito difícil de roubar e não precisa uma caixa forte de um banco para mantê-la a salvo. É protegida e é segura. 
Você pode encontrar um mapa de lugares onde podem ser utilizados os Bitcoins no Brasil clicando AQUI.

Criptomoeda também é mais seguro que usar cartões de crédito. Já houve vezes em que o cartão de crédito foi comprometido por vírus, e constantemente hackers atacam  grandes companhias que servem a milhões de pessoas, com cartões falsos e usando o nome de muitas pessoas. Usar a criptomoeda não demanda preencher  formulário com todos seus dados pessoais a cada vez que a usa, que acabam vazando ou até mesmo comprometendo sua integridade e segurança em certos sites. As Criptomoedas usam, pelo contrário, uma chave pública e uma privada.


Há alguma razão para que eu não possa utilizar a criptomoeda?

A criptomoeda é muito nova. Não se sabe exatamente qual é seu futuro ou quão comum será daqui a dez ou vinte anos. Estão-se realizando estudos sobre o nível de anonimato, segurança e estabilidade do Bitcoin. Já que o Bitcoin não é monitorado por nenhum único governo, também pode ser utilizado para atividades ilegais. Apesar de que há uma forma de minar suas próprias moedas em vez de comprar, esse processo é complicado e a maioria não tem a potência de cálculo para fazê-lo.


Caso queira aprender a criar uma carteira Bitcoin, clique aqui.



Experimente o conversor de BTC (Bitcoin) para BRL (Real) de tempo real para saber quanto vale 1 Bitcoin em reais:




Abaixo deixaremos uma lista de Criptomoedas e suas descrições:


Aeon: Lançada em 2014 pelo fundador Aeon Core Team, usa o algoritmo Hash CryptoNght, foi a primeira moeda não rastreável,  dirigida à baixa fidelidade.


Auroracoin: Lançada em 2014 pelo fundador Baldur Odinsson (pseudônimo), utiliza o algoritmo Scrypt, foi criada na Islândia como alternativa para moedas fiduciárias.


Bitcoin: Lançada em 2009 pelo fundador Satoshi Nakamoto (suspeita de pseudônimo por uma pessoa ou grupo), emprega o algoritmo SHA-256d, foi a primeira moeda de livro razão descentralizado


BlackCoin: Lançada em 2014 pelo fundador Rat4 (pseudônimo), aproveita o algoritmo Scrypt, essa criptomoeda assegura sua rede através de um processo chamado minting.


Coinye: Lançada em 2014 por um fundador desconhecido, usa o algoritmo Scrypt, nessa moda usou-se o artista amerinano Kanye West como seu mascote. Foi abandonada após processo por uso indevido de marca registrada.


Dash: Lançada em 2014 pelos fundadores Evan Duffield e Kyle Hagan, utiliza o algoritmo X11, ela adiciona privacidade às transações pelo meio de uma combinação de moedas descentralizada chamada Darksend.


Dogecoin: Lançada em 2013 pelos fundadores Jackson Palmer e Billy Markus, emprega o algoritmo Scrypt, essa moeda foi criada baseando-se de um meme de internet.


DigitalNote: Lançada em 2014 pela empresa XDN-dev team, dNote, utiliza do algoritmo 
CryptoNight, ela é uma criptomoeda com mensagens instantâneas não rastreáveis, usa o protocolo CryptoNote.


Ethereum: Lançada em 2015 pelo fundador Vitalik Buterin, usa o algoritmo Dagger Hashimoto, marcada por seus contratos inteligentes Turing completos.


Litecoin: Lançada em 2011 pelo fundador Charles Lee, emprega o algoritmo Scrypt, foi a primeira moeda utilizando scrypt a ser bem sucedida.


Mastercoin: Lançado em 2013 pelo fundador J. R. Willett, utiliza do algoritmo SHA-256d, o Mastercoin é um protocolo de moeda digital e comunicação estabelecido em cima do block chain utilizado pelo bitcoin.


MazaCoin: Lançada em 2014 pela empresa BTC Oyate Initiative,  usa o algoritmo SHA-256do curioso sobre essa moeda é que software por baixo do MazaCoin é derivado de outra criptomoeda, ZetaCoin.


Monero: Lançado em 2014 pela empresa Monero Core Team, emprega o algoritmo CryptoNight, é uma  criptomoeda centrada em privacidade usando o protocolo CryptoNote.

Namecoin: Lançada em 2011 pelo  fundador Vincent Durham, utiliza o algoritmo SHA-256dtambém atua como uma alternativa descentralizada de DNS.

Nxt: Lançada em 2013 pelo fundador BCNext (pseudônimo), usa o algoritmo SHA-256d, ela é especificamente projetada como uma plataforma flexível para a construção de aplicações e serviços financeiros em torno do seu protocolo.

Peercoin: Lançada em 2012 pelo fundador Sunny King (pseudônimo), emprega o algoritmo SHA-256d, foi a primeira a usar PDT e PDP de maneira híbrida.


EmercoinLançada em 2012 pelo fundador EvgenijM86, utiliza o algoritmo SHA-256, essa moeda possui um armazenamento confiável para qualquer informação de pequeno porte, funciona como opção para DNS descentralizado, armazenamento de ICP, infraestrutura de SSL e outros.


PotCoin: Lançada em 2014 por um fundador desconhecida, usa o algoritmo Scrypt, o mais interessante sobre essa moeda é que foi desenvolvida para servir à indústria legalizada de Maconha.


Zerocoin: Ela foi relançada como Moneta, seus fundadores são Matthew Green, Ian Miers e Christina Garman, a extensão do bitcoin foi a proposta para adicionar o anonimato criptográfico.





Se gostou, quer dar uma sugestão ou fazer alguma pergunta, fique a vontade nos comentário!


Powered by WPeMatico

About admin_pc-masters